quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Sugestões de Terror trash para o Natal (2014)


O satã papai noel já bate a porta, o problema que com ele também pode vir o tédio, e justamente porque muita gente não gosta ou deixa de comemorar datas festivas como esta, eu como bom guru iguarias cinematográficas assustadores não pudi deixar de trazer até vocês uma listinha com a seleção dos filme sanguinários mais subestimados pela academia de Hollywood com temática de natal...

Aqui vou misturar algumas 'Trasheiras' das boas, e outras mais distintas e conhecidas, mas o que importa é passar pra frente, ai vão algumas dicas.

Nem todas devem ser tão fáceis de achar com legenda, como tudo andou muito corrido aqui estes dias nem me toquei de fazer algo especial para quem nos acompanha, neste natal, mas garanto que uparei todos estes com legenda, assim que possível.



O Terror pode Esperar (1984)
Título original: Don't Open Till Christmas
Direção: Edmund Purdom


86 minutos


Sinopse: Garoto vê sua mãe morrer num dia de Natal e cresce acreditando que o culpado é Papai Noel. Torna-se um perigoso psicopata disposto a matar todo Papai Noel que encontrar pela frente.




Elves (1989)
Título original: Elves
Direção: Jeffrey Mandel

84 minutos

Sinopse: Uma jovem descobre que ela é o foco de uma experiência nazista mal envolvendo reprodução seletiva e elfos convocados, uma tentativa de criar uma raça de super-homens. Ela e dois de seus amigos estão presos em uma loja de departamento com um elfo, e somente Dan Haggerty, como o renegados loose-cannon Papai Noel, pode salvá-los.



Feeders 2 - Slay Bells (1998)
Título original: Feeders 2 - Slay Bells
Direção: John Polonia


72 minutos


Sinopse: Alienígenas tornam a regressar no planeta Terra, porém desta vez durante o feriado de Natal, agora cabe ao Papai Noel e seus duendes tentarem salvar o mundo dos novos invasores, antes que seja tarde demais.



Santa Claws (1996)
Título original: Santa Claws
Direção: John A. Russo


83 minutos


Sinopse: Uma atriz de filmes de Terror é insanamente perseguida por um fã lunático e enlouquecido fissurado pela ideia de poder tê-la pra si.





A noite do Pavor (1980)
Título original: To all a Goodnight
Direção: David Hass


90 minutos


Sinopse: Cinco garotas recebem seus namorados nos aposentos da escola para comemorar o início das férias. Durante a madrugada, coisas estranhas começam a acontecer. O clima é de pavor.



Natal Sangrento (2001)
Título original: One hell of Christimas
Direção: Shaky González

94 minutos

Sinopse: Todos nós sabemos que o natal reserva boas suspresas para quem se comportou bem durante o ano! Mas, o que acontece com aqueles que deixaram a desejar? Um presente amaldiçoado, transforma esta noite mágica em uma noite sangrenta e mortal. Um filme de terror que vai fazer você se comportar direitinho, para esperar o seu presente de natal.



A Cadaver Christimas (2011)
Título original: A Cadaver Christimas
Direção: Joe Zerull

85 minutos



Sinopse: Unidos por circunstâncias terríveis e estranhas, mediante a um apocalipse zumbi, o porteiro, o bêbado, o garçom, o policial, e o segurança estudante devem lutar juntos.



The Christmas Season Massacre (2001)
Título original: O Massacre do Natal
Direção: Jeremy Wallace


70 minutos

Sinopse: Tommy é um perdedor. Ele usa um tapa-olho de pirata, presente de Natal que ele recebeu quando ainda criança, símbolo da humilhação que Tommy sofria na escola, mas o garoto atormentado decide dar o troco em seus colegas quando se torna um maníaco psicopata sanguinário.


O Natal dos Mortos-vivos (2012)
Título original: Christimas with the Dead
Direção: Joe R. Lansdale


88 minutos

Sinopse: Procurando cumprir uma promessa feita a sua esposa, Calvin se propõe a compensar seus erros e lhe dar o melhor Natal de todos, isso se a maioria da população, incluindo sua esposa e filha, não tivessem se tornado zumbis asquerosos comedores de carne.


Psycho Santa (2003)
Título original: Psycho Santa
Direção: Peter Keir


72 minutos


Sinopse: A caminho de uma excursão de férias, o jovem Ron e sua esposa conversam sobre uma perversa lenda natalina de um papai noel com seu machado sangrento. No entanto, quando a lenda ganha vida, a festa se transforma em um banho de sangue no feriado da festa de Natal.




A Junta dos Cavalheiros natalinos - Especial (2000)
Título original: The League of Gentlemen Christmas Special
Direção: Steve Bendelack

60 minutos

Sinopse: O grupo baseado em sketchs trash tras uma comédia ambientada na cidade fictícia de Royston Vasey. O especial de Natal de 2000, conta com seus moradores mais excêntricos em histórias macabras. Aqui vemos uma excêntrica história do inocente jovem Matthew confronta Herr Lipp sobre as marcas de dentes no pescoço, suspeitando que Lipp é um vampiro.


Jack Frost II - A Vingança do Assassino de Neve Mutante (2000)
Título original: Jack Frost 2: Revenge of the Mutant Killer Snowman
Direção: Michael Cooney

91 minutos


Sinopse: Não tão conhecido quanto o primeiro que já também não tem tanto glamour, vemos agora o retorno do monstrengo horroroso, Jack Frost, em mais uma empreitada de mortes, sangue e vísceras pra tudo quanto é lado.



Noite Fraterna, Noite Zumbi (2009)
Título original: Silent Night, Zombie Night
Direção: Michael Cooney

83 minutos


Sinopse: Uma semana antes do Natal um surto viral transforma os cidadãos de Los Angeles em mortos-vivos. Na iminência de romper os laços com a esposa e um parceiro de longa data, o oficial de polícia Frank Talbot se encontra preso a eles. Enquanto a morte espreita e eles lutam pela sobrevivência Frank acaba ameaçado pelo fato de que ambos os homens amam a mesma mulher.








Compartilhe:

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

O teaser natalino de "Phantasm Ravager"

Algunas das cenas do pequeno teaser postado
na page oficial do Phantasm Ravager no Facebook

O natal tá logo ai, e nada melhor para os fãs da franquia Phantasm do que ganhar um teaser natalino de Phantasm Ravager, um presente bem da hora, digo por mim, contando com as novas empolgantes cenas do tão aguardado filme no pequeno vídeo, filme este que com nova direção e que promete finalmente fechar a quintologia com uma "nova esfera", a certa ex-quadrilogia que tá ai na pendenga de terminar a história e explicar tudo desde 1998, com o Phantasm IV - Oblivion, (um filmaço por sinal).

Tá parecendo marte no Vingador do Futuro de '90.

E como Phantasm nunca decepcionou, agora mesmo de forma diferente promete não fazer feio, logo que vemos uma série de filmes das mais bem planejadas do Terror e porque não dizer? Do cinema, como um todo, simplesmente por ter tido todo um cuidado admirável em suas produções e pelo fato de contar com bons e ótimos atores que simplesmente dedicaram suas vidas a seus personagens.

Uau! Isso deve ser uma cena absurda de brutal...

E sem mencionar que vivemos uma época, onde (na minha humilde opinião) 95% do cinema de Terror se faz rebuscado, baseado em verdadeiras grandes obras clássicas e antigas, essa é uma das grandes promessas pra 2015, junto com alguns outros que prometem variar e trazer originalidade para o gênero, quem ai pode se dizer otimista? Eu tô bem ansioso, e não é pouco...




E que venha 2015!
Compartilhe:

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Bruce Campbell fala sobre nova série derivada de "Evil Dead"

Primeiro pôster divulgado até o momento...

Houve um tempo em que achávamos que Bruce Campbell jamais tornaria a pegar uma motosserra e lutar contra os mortos, mas esse tempo felizmente ficou pra trás. O canal Starz está se preparando para trazer de volta uma das franquias de Terror mais amadas em novo formato com "Ash vs. Evil Dead", das telonas pras telinhas, e Campbell recentemente falou um pouco sobre o projeto.

Em uma entrevista na última edição da revista Entertainment Weekly, Bruce deu alguns 'insights' sobre a nova cabeça de seu querido personagem, Ash Williams, agora, décadas depois de suas mais variadas e intermináveis batalhas pela sobrevivência contra os mortos-vivos.


Primeira fan-arte sobre a série.

"Ash tem uma consciência do sobrevivência", disse Campbell. "Ele é um veterano de guerra. Ele não quer nem papo, e ele agir da melhor forma possível com seu toco de sua mão para impressionar as senhoritas. Isso é o que estou ansioso para ver - um cara com falhas horríveis. Em ''Army of Darkness'' (Uma noite Alucinante III, 1993, dir.: Sam Raimi) ele não pode memorizar três palavras, e ele é responsável pela morte de uma centena de pessoas - este é o seu personagem principal da série"!


Bruce Campbell em "Army of Darkness"

Então, por que agora? Por que Sam Raimi e Bruce Campbell agora, finalmente, estão dando a nós, fãs da franquia, o que queremos? E por que uma série de TV, em relação a outro filme?
"Percebemos se fizéssemos outro filme, francamente, provavelmente seria muito caro", admite Campbell, "mas, no formato de um programa de TV, podemos dar às pessoas exatamente o que queriam e expandir o caráter em intermédio de mais enredo ainda. E nós nunca pensamos em Evil Dead desta forma, como uma franquia enorme - não é como se nós fizemos 13 filmes. Então, nós nos sentimos como otimistas nessa nova chance ".

Na sua comédia de Horror com duração de 30 minutos, "Ash vs. Evil Dead", Ash leva uma viagem para banir seus demônios ao lado de dois jovens ajudantes e seu boomstick (pau de boom) fiel. Em breve, em 2015, aguardemos.

Fonte oficial: DreadCentral
Tradução e adptação: H. Haizer
Compartilhe:

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Vídeos raros dos bastidores de "Massacre da Serra Elétrica" (1974)


Para os viciados por este clássico, assim como eu, aqui tem algo bem interessante... O lançamento recente do grande clássico de "Massacre da Serra Elétrica" de '74 veio com uma ótima "surpresinha", os trechos conhecidos como Outtakes, que estão presentes nas versões mais recentes do Blu-Ray, em seu lançamento, contém algumas cenas bem legais, bom pro pessoal que aprecia saber como foi feito, ou ter uma noção. Nós já haviamos postado antes um apanhado de fotos raras e bem legais dos bastidores do filme no nosso Book dos Bastidores, está disponível no nosso álbum do Flickr também - aqui.

Vocês podem conferir o clipe abaixo
 no Youtube, não tem áudio mas é entendível por se tratar de uma ex-raridade. E mais, vou deixar um link com a pasta do MEGA, com todos os clipes de Outtake e cenas de bastidores que estão disponíveis, agora pela primeira vez em alta definição. Para os fãs vale a pena conferir.

Compartilhe:

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Crítica: Invasores Invisíveis (1959)



Titulo: Invisible Invaders
Ano: 1959
Direção: Edward L. Cahn
Orçamento: U$ 450.000 (Segundo o Imdb)

O maior diretor de filmes “B” dos anos 50 é sem sombra de dúvidas Edward L. Cahn. Com filmes consagrados que misturam a ficção cientifica e o terror, como nas obras “Ameaça do Outro Mundo”, “O Mistério das Caveiras” e “A Maldição do Homem sem Rosto”, os filmes dele sempre misturam o contexto social da época com a fantasia, deixando a imaginação correr solta tanto no roteiro como nas filmagens.

Invasores Invisíveis” saiu 1959 o auge da Guerra Fria e da corrida armamentista. Assim vários filmes saíram com essa temática do medo, paranoia e também o xenofobismo, que eram uma subtrama muito forte. Mas mesmo depois de algum tempo, essa sociedade dos anos 50 é também um reflexo da nossa sociedade, do medo que vivemos agora, ou melhor, do desconhecido. O roteirista Samuel Newman que escreveu o filme é conhecido também por ter roteirizado o clássico “O Ataque vem do Pólo”. “Invasores Invisíveis” apesar de ter uma trama datada, soluções cientifica fabulosas, é engraçado pensar como era o terror para aquela época e de como uma hora ou outra você pode ser morto por um míssil nuclear, assim esses filmes conseguiam mexer com subconsciente coletivo. 


A turma reunida
A história gira em torno de uma invasão alienígena, onde os visitantes do espaço são invisíveis, eles começam a possuir os mortos e provocar acidentes para que a população entre em pânico. Assim consigam rapidamente conquistar a terra. O Dr. Adam Penner (Philip Tonge) é o único homem que sabe que o planeta está sendo invadido por aliens, mas ele é ignorado quando pede que países poderosos parem com os testes nucleares, assim é ridicularizado por todos. Mas quando o pedido de Penner é ignorado, começa a invasão e aos poucos o mundo vai virando um caos. Com ajuda de sua filha, um civil e um militar eles conseguem trabalhar juntos para deter essa ameaça.

A subtrama como eu disse no começo da crítica é interessante, porque diferente de filmes consagrados da ficção com o próprio “Vampiros de Alma” onde ele prega que ameaça de você ter algo diferente vivendo com você geraria um caos. Esse discurso de ódio é levado as telas livremente. Mas o filme de Edward L. Cahn prega algo diferente, ele mostra como trabalhando juntos conseguimos impedir uma ameaça maior que nos. Então ele coloca esses quatro indivíduos representando a sociedade America. Uma mulher, um civil, um militar e um cientista. O final do filme passa uma mensagem interessante para aquela época e fora que é extremamente crítica. Achei essa mensagem de que trabalhando juntos conseguimos superar nossas diferenças e assim alcançar uma coisa maior que é a paz, muito bonita obviamente, mas também da outra visão daquela época e também da própria sociedade que tinha um olhar crítico sobre essa situação perturbadora.

Eis o inimigo



 "Invasores Invisíveis" tem uma trama muito arrastada e difícil no começo do filme, mas aos poucos vai conquistando com o seu olhar crítico e o apreço de uma contracultura pouco valorizada nos anos 50. Ou seja, um filme que vale a pena ser conferido, como toda a filmografia de Edward L. Cahn que é para mim um rei dos filmes de ficção B. 
Compartilhe:

sábado, 15 de novembro de 2014

Crítica: Annabelle (2014)




Titulo: Annabelle 
Ano: 2014
Direção: John R. Leonetti
Orçamento: US$ 6,500,000 (Segundo o Imdb)

"Annabelle" conseguiu conquistar um público já formado por seu trabalho no ótimo “Invocação do Mal”. Com uma premissa boa, só faltou desenvolver a história e também fazer um bom roteiro que é o fundamental.

O criador de filmes de terror e também a sensação de Hollywood hoje em dia, quando se entra nessa área é James Wan. O coreano que se lançou com a franquia “Jogos Mortais”, logo conquistou o publico desse gênero e também os saudosistas de plantão já que ele não usa efeitos especiais e sim efeitos práticos, como foi feito com “Gritos Mortais” que lembra um pouco “Annabelle”. Como já disse os efeitos práticos, com o diretor John R. Leonetti consegue transformar a áurea de terror sem ser explicito coisa que Wan vem fazendo escola.



Os primeiros atos do filme são bem construídos e apresentados, primeiro porque o filme se passa nos anos 60 e vemos um jovem casal que se prepara para a maternidade enfrentando as diversidades de serem jovens e terem que cuidar de um filho, se sustentarem e também encarar um novo mundo, ou melhor, uma nova liberdade social. O filme também fala de outro fato marcante que marcou os anos 60 que era o culto da família Manson. Essa onda de ocultismo abalou muito essa década, primeiro por mostrar os assassinatos que foram comandados por eles, como também cultos satanistas que virou febre nos anos 60 nos E.U.A. O bebê de Rosemary que trata também de ocultismo, estreava nessa década e a mulher do Roman Polanski a atriz Sharon Tate, foi morta pela família Manson. Toda essa década é colocada em cena.

Mas a história do filme não tem muitas novidades. É legal como mostra todo o seu contexto do tipo uma família que tem uma boneca possuída, mas na verdade a boneca é só uma caixa para guardar o demônio que está dentro dela. Essa história é legal e até bem desenvolvida, apesar de algumas partes se manterem superficiais. A partir do culto como tema estabelecido eles trabalham a idéia do sobrenatural afetando a vida do casal. Mais ainda de Mia (Annabelle Wallis) que fica chocada com o assassinato dos seus vizinhos e a partir daí ela começa a ver o mundo diferente do que via antes, acho que o encanto da cultura do “american dream” e do “way of life”, perderam o brilho para ela. Então eles mudam de casa e começam uma vida nova.




O filme também apresenta várias homenagens, como o prédio onde o casal vai morar parecido com o de “O bebe de Rosemary” e também algumas cenas com o demônio já no final do filme é uma homenagem ao “Sobrenatural” de 2010 do diretor James Wan, principalmente pelos efeitos práticos. O que estraga o filme é o final que se perde muito e parece que eles tentam arranjar uma solução rápida para aquilo tudo. Como o demônio precisa de uma alma para ser corrompido, ele tenta a de Mia, mas ela volta atrás porque seu marido a convence a não morrer para salvar a filha, então a dona de uma loja de livros que Mia conhece há dois dias se sacrifica para poder salvar o casal. Achei essa solução muito desesperada e também muito fácil para os roteiristas, ficou faltando algo no ar, aquele clima de terror bom mesmo.

O sete flecha possuindo Annabelle 
Apesar dos sustos e que são muitos e também a qualidade do filme, ele ainda deixa algo a desejar, coisa que os filmes do James Wan como o próprio “Invocação do Mal” conseguiu completar. Mas ainda sim, vale apena assistir o filme e ver a famosa “Annabelle”, já que se trata de uma história real e que o deixa um pouco mais com uma áurea de suspense por causa disso, mas serviu como uma abertura para um próximo filme que vai ser lançado em 2016.
Compartilhe:

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Bruce Campbell ganha música de Metal em sua homenagem


A banda de metal cômica Psychostick da cidade de Chicago, lançou uma faixa tributo ao rei do Horror-B, o próprio Sir. Bruce Campbell!

A canção, apropriadamente intitulado "Bruce Campbell", descreve como a banda gostaria de sair com o rei, mesmo indo tão longe a ponto de ficar um pouco perseguidor. Se alguma vez houve uma música que poderia homenagear Campbell, esta seria ela. Psychostick está atualmente em turnê divulgando seu novo álbum Revenge Of The Vengeance. Uma tampa de tela da reação de Campbell para o vídeo foi fornecido pela BD Lizard_Brain usuário, que você pode ver abaixo.




Letra:

Bruce Campbell é o cara mais estiloso que há na telinha,
Todos os outros atores só degeneram suas nobres cenas,
O Oscar devia homenagea-lo por sua bela carreira,
Façamos um desfile na cidade com todos os premieres!

Refrão
Bruce Campbell! Nós vamos ser melhores amigos!
Vou ir na sua casa e assistir Hércules do começo ao fim!
Eu te darei tudo o que tenho e você aceitará!
Então iremos começar a ensaiar pro Caven Alien 3.

Bruce Senhor Campbell! Deve receber todo melhor cordeiro.
Imagem ele como Homem-Aranha, que escolha gran-fina.
Casablanca poderia ter sido melhor se Campbell dissesse:
''Here's looking at you, you! Primitive screwhead!''

Bruce Campbell! Dert da dert dert da da!
Vou ir na sua casa e assistir Xena do começo ao fim!
Eu tenho o box todo do Brisco County também!
Eu te amo e pra provar que é verdade
Vou tocar Kazoo!

Bruce Ash Campbell é um verdadeiro homem estiloso,
Ele sempre luta com os mortos mas uma motossera tirou sua mão,
Por coincidência tenho uma que eu mal uso...
Vou arrancá-la e dar para o charmoso e gatão Bruce!

Bruce Campbell!





"Uma música em sua honra pela banda de Metal cômica Psychostick."
Eu quero isso pra me acordar todo dia de manhã.


Fonte original da notícia: Bloody-Disgusting
Tradução e adaptação: H. Haizer
Compartilhe:

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

A serie de TV do Evil Dead confirmada no Starz

Texto traduzido do site InsideTV

Uma ótima notícia para os fãs de Morte do Demônio!
O canal a cabo de tv americano Starz encomendou uma série de TV do Evil Dead.
O Diretor da franquia original Sam Raimi será o produtor executivo da série, além de escrever e dirigir o episódio piloto, com Rob Tapert também como produtor executivo.

E... Ainda... Bruce Campbell foi confirmado, vai estrelar, reprisando seu papel icônico de tomada de carreira como o evolutivo Ash.

Uma introdução: "Bruce Campbell reprisará seu papel como jovem e pacato Ash, conquistador envelhecido e caçador de monstros com uma serra no punho que passou os últimos 30 anos, evitando a responsabilidade, maturidade e os terrores do Evil Dead. Quando uma praga mortal ameaça destruir toda a humanidade, Ash é finalmente forçado a enfrentar seus demônios - Pessoais e literais. O destino, ao que parece, não tem planos de polpar o improvável herói de suas garras demoníacas".

Campbell atuou como Ash nas comédias dos três filmes originais, The Evil Dead, Evil Dead II e Army of Darkness. Raimi já tinha dito em Comic-Con passada que estava desenvolvendo um programa baseado nos filmes. (Conforme anunciamos aqui em Julho)


"Estou muito animado para trazer esta série para os fãs em todo o mundo, do Evil Dead - que vai ser tudo o que eles têm pedido. Um massacre sério e 'foda' com
 abundância de humor ultrajante", disse Campbell.

"Evil Dead sempre foi uma explosão", disse Raimi"Bruce, Rob e eu estamos muito felizes por ter a oportunidade de trazer o próximo capítulo dos sofrimentos de Ash, em sua heróica saga. Com o braço de motosserra e seu "boomstick", Ash está de volta para chutar alguns traseiros monstros. E cara, desta vez vai ter um caminhão cheio deles."



Ainda acrescentou o diretor de gestão do canal Starz, Carmi Zlotnik: "Starz trabalhou pela primeira vez com Sam e Rob em Spartacus, e estamos entusiasmados por estar de volta aos negócios com eles. Com Sam escrevendo, dirigindo e Bruce Campbell voltando as telas, temos certeza que o programa vai dar aos fãs de Evil Dead em todo o mundo a 'correção' pela qual eles tem choramingado."

A série irá ao ar no canal Starz em 2015.

Texto e fonte originais: InsideTV | Tradução e adaptação: H. Hazer.

O canal Starz que é bem respeitado lá fora, é mais um canal de filmes, mas já produziu algumas séries de sucesso e audiência, principalmente a já citada, série Spartacus, agora nessa nova aposta tem tudo para atingir o sucesso novamente.

Pelo que li em alguns sites já encomendaram 10 episódios de meia hora da série que supostamente será chamada de Ash Vs. The Evil Dead (ainda não sei como se traduziria isso ai, se viesse a receber tradução), somente nesta primeira temporada, acredito que só pra uma breve avaliação do desempenho da série e aceitação dos fãs, claro.


Bruce Campbell falando sobre o Remake de 2013.

O Starz é conhecido por não renovar muito suas séries, até pelo fato de ser justamente mais um canal de filmes, mas pelo menos da chances a seriados novos, com temas e idéias ousadas e inovadoras (não me diga!) o que é um certo diferencial, mas até pelo fator financeiro, não tem como ser viável renovar seriados abaixo do desempenho esperado, então, ou seja, vamos torcer para que seja um sucesso... Para que dure mais e tenha uma duração digna e trabalhável.

Há muitos anos que se fala em algo para ser feito em cima das idéias e criações originais do Evil Dead, mas esse lance de série pegou muita gente de surpresa, vamos ver o que rola.

Quanto aos incrédulos... E como não ser? Depois dessa falatória de 2013 e 2014 do acontecer ou não, da sequência anunciada, tenham um pouco de fé, sei que já rolou diversas falsas notícias (segundo Campbell, HOAX), mas dessa vez vai! Tem tudo pra acontecer, tendo em vista, claro, que já tá encomendado e sendo bem divulgado, eles não iriam querer brincar com isso e poder correr o risco de perder a confiança dos esperançosos fãs.
Compartilhe:

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

"Origins", o projeto de filme do filho de George A. Romero


Romero está se juntando ao site Bloody Disgusting para a campanha do site de arrecadação coletiva financeira (Indiegogo) para seu filme "Origins", que se iniciou esta manhã (17) com uma meta de 150 mil dólares em dinheiro vivo para a tomada nos custos da pré-produção. Apesar de tudo, o filme já ganhou apoio de diversas companhias americanas, entre elas Cold Steel, Zombie Apocalypse Store e Dogfish Head Brewery.

G. Cameron Romero, filho de George tenta seguir os passos do seu pai, como diretor, tendo alguns filmes no currículo como Radical, Auteur, e Staunton Hill.

Matéria

Quase 50 anos depois de seu primeiro filme, o legado de George A. Romero continua vivo, mas agora George Cameron Romero, filho de George Romero, que tomou para si o cargo de continuar o legado que seu pai criou... A história de origem definitiva de uma lenda contada por todo um legado.

G. Cameron Romeo está anunciando agora seu filme "Origins", que será ser parcialmente produzido por seu pai - O criador do zumbi moderno, tão conhecido mundialmente.


"Origens" (tradução livre) é a história no universo do Romero sobre o primeiro 'zumbi' naquele cemitério de seu primeiro filme e sobre esta sequência de mortos-vivos quase 50 anos depois. Este é um projeto que pretende redefinir todo um gênero... Assim como o monstro e tudo o que te assusta sobre ele.

"Quero ter de volta o gênero zumbi em nome do legado que meu pai criou há quase 50 anos. Eu quero contar a história da origem dos zumbis modernos, de uma forma que meu pai não foi capaz de fazer voltando em 1968."  - G. Cameron Romero



Por que precisamos de um MAIS UM filme de zumbis?

Não precisamos. Mas este não é apenas MAIS UM filme de zumbis. Se você é um fã de zumbis... esta é a resposta definitiva para as suas perguntas sobre as criaturas, como contadas por duas gerações por Romero. Este é o filme de zumbis sancionado pelo Grão-mestre do Horror Moderno e trazido à vida por seu próprio sangue.

Trata-se de uma lenda continuando através legado.
"Origens" acontece na agitação da década de '60, um pouco antes de "Night of the Living Dead", e explica como o zumbi original de Romero foi criado.

Sobre a história:

Em 1962, o Dr. Ryan Cartwright estava no caminho científico e altruísta para encontrar uma maneira para que os seres humanos mantivessem a vida em caso da M.A.D (Destruição Mútua Assegurada), um enorme tópico provocado pela crise dos mísseis cubanos.

Mal sabia ele que, ao longo dos próximos vários anos de sua vida, ele levaria uma jornada militar e bem financiada focada nos lados mais obscuros do mundo... como ele cria a grande arma para o governo e uma maldição que vai afligirá a humanidade no resto dos seus dias.

O filme "Origins" É:

  • Aterrorizante
  • Original
  • Incrível
  • Ciente de que fez os filmes de Romero tão bem-sucedidos e ganhadores de prêmios
  • Respeitoso com aqueles que amaram os originas de Romero

O filme "Origins" NÃO é:

  • 'Zumbi padrão que se vê por ai'
  • Talento medíocre e supervalorizado
  • Muita ênfase no lado Gore
  • Cheio de 'cliffhangers', feito somente lucros comerciais


"Eu sinto que este é algo que eu tenho que fazer. Não só para recuperar o gênero em nome de minha família e não só para contar a história que meu pai não podia trazer na década de 60 ... mas também porque eu ... como todos vocês ... fui cresci assistindo as criação do meu pai ...."
G. Cameron Romero



Tradução e adaptação: Hugo Haizer
Fonte original: IndieGoGo | Acrescimos


Crowdfunding

O "pré-filme" pede ajuda de fãs para financiamento coletivo, o famoso crowdfunding, quando os fãs podem ajudar de diversas maneiras e ganham brindes entre outras coisas, como participação na obra. Com sessões separadas, os fãs podem ajudar e ganhar, dependendo do quanto podem doar, desde presentinhos, camisetas até brindes comemorativos, para os mais pobres que doarem até 1500 dólares, até cenas no filme e direito a espaço nos créditos finais, para quem doar 25 MIL DÓLARES, pqp! (Ai vão dizer: Claro você tem que ver o lado do produtor)

Compartilhe:

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Crítica: Mar Negro (2013)

Direção: Rodrigo Aragão |Orçamento: 300 mil (segundo imdb) | Duração: 105 minutos | Data de lançamento: 10 de janeiro de 2014 (Brasil) | Fotografia: Marcelo Castanheira | Edição: Rodrigo Aragão | Elenco: Walderrama dos Santos, Cristian Verardi, Kika de Oliveira, Carol Aragão, Gisele Ferran, Joel Caetano, César Coffin Souza, Mayra Alarcón, Ana Carolina Braga, Gurcius Gewdner | Produção: Fábulas Negras Produções




Há algum tempo eu ouvia falar de "Mar Negro" de Rodrigo Aragão – do Fábulas Negras, um filme que eu pensava ser bom... Mas não tanto assim. Como bom procrastinador que sou, demorei uma eternidade para conferi-lo. E como descrevê-lo? É um filmaço, de raízes "verde-amarelo", e como poucos, com características que só filmes de Terror brasileiros poderiam ceder ao cinema, à sua maneira: Irreverente e criativo, exagerado, bem-humorado e renovador, isso tudo e ainda um prato cheio para fãs de gore e violência, no melhor estilo.

Do título americanizado: Bloodbath, é um filme que num de seu pôsteres promocionais trazia a sua própria descrição perfeita e ideal: "H.P Lovecraft encontra Fome Animal". É uma combinação de influências das mais diversas, mas com toques especiais. Fora um roteiro que à despeito das fórmulas rebuscadas, é bem original. É peculiar – tanto quanto qualquer filme chinês, indiano, africano, mas claro, bem melhor, e sem ter medo de brincar com clichês quase inescapáveis de um gênero onde quase tudo já se explorou.



Com muito do Terror à moda antiga, é um verdadeiro orgulho não só pelo gênero, como de sabê-lo como filme nacional, por ser como tem que ser, e desagradável para mentes mais minoritárias que acham que cinema brasileiro se resume às Globostas.

O tipo de maquiagem que hoje nos cinemas hollywoodianos não compensam mais tanto em frente aos efeitos "computadorizados", realistas, são de se tirar o chapéu, por si só.

O suspense escrachado com doses de comédia, e praticamente um "irmão de sangue" do Mangue Negro, com o mesmo clima de Noite do Chupacabras, este é um dos melhores gores já produzidos no Brasil, e compete com poucos, logo que poucos tiveram a audácia de ir onde este filme foi e reverter esforços para construção de algo tão oficial, e ter sucesso com isso.

A primeira coisa que mais me chamou atenção na obra como um todo foi o nível de qualidade visual, em sua exuberante alta definição, sempre excelentes ângulos de câmera, cenografias, muito acima da média para filmes de baixo orçamento feitos no Brasil. Depois então suas escatologias: É grotesco e gore, bizarro e divertido.


Embora que com um clima típico de filme de baixo orçamento, o Mar Negro mostra até um charme além do convencional, tem tudo para se refletir como um clássico gore brasileiro em 20 anos daqui para frente. Há de se dizer, já era hora de alguém reinventar as produções brasileiras, unindo forças para fazer um trabalho de qualidade. Apesar de todas as nítidas influências, o filme anda com seus próprios pés e isso é muito importante.

Com um pé sujo de arreia no mais que familiar visual de "A Noite do Chupacabras" e seus "peixes-aberração", aborda quase a mesma temática, uma perspectiva e concepção de cenários bem semelhante, passando-se numa cidadezinha costeira de interior, com muita gente engraçada e sempre humilde. "Claustrofóbicos botecos" de roça que só servem pinga e seus tiozinhos soltadores de pérolas com clientes de balcão. Não fez feio em abusar de um lado humorístico que acompanha quase o gore, o filme é divertido, por essas e por outras.

A produção anterior já tinha uma excelente qualidade visual e de produção, como dito antes, mas esse se destaca ainda mais, com cenários simples de uma vila de pescadores, atores familiares dos filmes do Aragão, mas diferenças mais extravagantes e atenciosas.

As dublagens refeitas, com os tais overdubs, também foram essenciais para dar uma outra ênfase no profissionalismo exibido do filme, desde meros diálogos, com seus melhoramentos na nitidez, à cenas com berros (que é o que não falta) e efeitos de som. Muitos dos filmes brasileiros já usaram essa técnica, À Meia-Noite Levarei sua Alma (1964 – meio difícil fugir da citação desse clássico que é um dos maiores do gênero no Brasil, desde sempre), e os diversos da boca do lixo, pornochanchadas, que são sempre exemplo e referência de algo feito nesse naipe. E essa técnica pode ser citada ainda antes no Terror anos 40, por aí... É sempre bem-vinda, na minha opinião, e propicia uma identidade boa, que no caso desse filme, o que já era bom ficou formidável.



De notáveis influências gringas pudi perceber: "Zumbi 2 - A Volta dos Mortos" (1979) – um clássico absoluto de zumbis podrões, "Zombie - O Despertar dos Mortos" (1978) – Outro clássico; "Uma Noite Alucinante 2" (1979) – humor negro, divertidamente grosseiro; "Fome Animal" (1992) e "Um Drink No Inferno" (1996) – duas festas que desaguam num mar "vermelho-sangue"; Os mais diversos contos do Lovecraft, tal como suas adaptações, ex.: "Dagon" (2001) – cenografias até que lembram; entre outros. Todas excelentes fontes para se influenciar, seja brasileiro ou não, fórmulas certas para o sucesso com seus nacos de fãs e apreciadores, por todo o mundo.

Mar Negro talvez nem fosse tão divertido sem o seu excêntrico elenco de atores, uma junção de muita coisa boa, entre melhor no cinema de baixo orçamento brasileiro e sério, atualmente. Cada um cria uma cara bacana para os seus personagens. E atuações até legais, tirando as poucas falas das crianças do filme que mais pareciam estar lendo do texto na parede ou algo, mas nada tão desproporcional, digamos.

Os engraçados personagens: "Cavalo" Cansado, Madame Úrsula, Brôcoió; Deputado (César Coffin como sempre no papel de um "respeitabilíssimo" deputado, mais ou menos igual o político de Arrombada: Vou Mijar na Porra do Seu Túmulo!!! – com exceções como a de um maluco colecionador de xoxotas em Vadias do Sexo Sangrento ) Entre outros.



As maquiagens práticas e viscerais desse filme são algo para serem elogiados à parte. É algo notório que Rodrigo Aragão é um tipo de Tom Savini brasileiro, e sem avaliar méritos, quem dera se todo país no mundo tivesse caras como esses, que literalmente colocam a mão na massa para fazer o gênero acontecer. Essencial isso, por refletir o Terror em nossa própria cultura.

O clima amigável visto no decorrer das cenas é bem acalentador, bem amigável. Com alguns do atores de A Noite do Chupacabras, e outros que atuam em filmes do Petter Baiestorf,  (além do próprio Baiestorf), Gisele Ferran, Cezar Coffin.



Um fato curioso é que Aragão cedeu parte da maquiagem usada em seu filme para o Zombio 2, de Baiestorf isso porque, como o próprio Aragão já disse, cedeu parte do material usado no filme para Baiestorf, em seu filme (que foi gravado logo depois), é legal ver essa interação entre criadores e produção, lá fora isso sempre aconteceu, mas aqui dentro é quase uma peculiaridade.

Outra parte que merece menções substantivas: A edição. É daqueles filmes que você pode até não saber quem fez, quem são os atores, mas nota que quem o filmou, dirigiu, e editou sabia o que estava fazendo, estou falando de Rodrigo Aragão. E segue um certo padrão bacana, e realmente profissional.



E para finalizar, não há como deixar de elogiar as cenas finais, o final é um show de espantos, bizarrices, com inclusão de belas mulheres, com tripas e peitinhos. Tudo de uma vez, uma verdadeira avalanche de gore, belas mulheres, cabeças rolando e peitinhos. Com um desfecho hilariamente sanguinolento daquela super-festa, que de fato, não poderia lembrar mais Fome Animal, clássico do gore.

Não há como deixar de enfatizar a importância desse tipo de filme no Brasil, porque vale lembrar que muita gente consome esse tipo, e já que o nosso país nunca foi um grande protagonista do Terror como é os Estados Unidos, Itália, ao menos temos uma marca registrada e muito nossa: Um cinema de baixo orçamento e original que vem desde os primórdios com Mojica, até representantes atuais do Terror como são Aragão, Baiestorf, ente outros.



Eu particularmente acho que todo fã de filme de Terror brasileiro deveria dar uma chance para esse filme, não criemos síndrome de vira-lata. Às vezes pode nem parecer, mas ainda tem coisa muito boa saindo do nosso próprio quintal. E é tão bom ver que esse espírito do cinema independente continua vivo, firme e forte, unindo forças entre idealizadores de raça, adeptos da arte e demais.



Você é brasileiro e curte Terror? É indispensável. Tem na internet ai, mas quem quiser dar uma ajudinha pode comprar o DVD duplo por apenas 29,90 R$, com uma gama de extras, no site de vendas do Fábulas Negras.

Compartilhe:


Visualizações do blog

conheça

https://hellblogdavan.blogspot.com.br/

+Parceiros

http://www.horrorgrafia.com.brhttp://www.attackfromplanetb.com/
http://www.bibliotecadoterror.com.br/
http://phantasmbr.blogspot.com
http://grindhousebrasil.blogspot.com.br/
https://imagemcamera.wordpress.com/
https://terrormania42.wordpress.com
http://uhpblog.blogspot.com.br/
http://cerebroinfernal.blogspot.com.br
http://mausoleudoterror.blogspot.com.br/
https://pulpmetalmagazine.com/
https://shedemonszine.blogspot.com.br
http://sessaodomedo.blogspot.com.br/