segunda-feira, 26 de maio de 2014

Crítica: El día de la Bestia (1995)


Um filme ''Fuerte''...

Um filme sensacional, um dos meus favoritos com uma temática satânica, ''El día de la Bestia'' do ano de 1995, dirigido pelo respeitado diretor espanhol Àlex de la Iglesia (Dance with the Devil, The Oxford Murders, Dying of Laughter, etc), o filme se passa na Espanha no ano de 2000, contou com um orçamento relativamente alto, de 1,5 milhão de dólares. Pode parecer muito (e é) mas levando em conta toda a excelência do elenco, produção, roteiro, fotografia, até mesmo cenógrafos, esse orçamento pode ser considerado justo. Foi um filme que contou com muita gente, em certas cenas com centenas de pessoas como atores de cenários (em cenas como tiroteios em avenidas movimentadas, e coisas do tipo)...

''Eu vou cometer muitos pecados, padre, com a ajuda de Deus.''

Na primeira cena, a cena de abertura, os sinos de uma paróquia tocam impassivamente, enquanto um padre ouve de seu subordinado que ele haveria de cometer pecados, muitos pecados! O clima do filme já é construído de forma rápida, se você conseguir entender facilmente vai sacar tudo no mesmo momento, porque tudo é explicado ali. O padre Ángel Berriartúa, personagem em questão decide pedir a ajuda ao padre da paróquia, porque ele afirma ter encontrado, através de matemáticas, a data exata da ascensão da Besta na Terra. O padre então é esmagado pela cruz que ficava no fundo, caindo em cima de si... Entram os créditos.

Cenário de Madrid.

O Padre Angel anda pelas ruas de Madrid, fazendo pequenas atrocidades, arranhando carros, roubando esmolas e chega a roubar uma bagagem de um transeunte, ele peca onde e como pode, mesmo passando a imagem de um homem que faz o mal por meios à um fim, como se ele quisesse pecar mas não tivesse o cujo hábito de fazê-lo. As imagens e créditos rolam, e você já consegue ter a sensação caótica do filme.

E esse 'gramunhão' aqui? É bão?

Angel chega até uma loja de discos de Black e Heavy Metal. Ele entra e pergunta ao vendedor, José Maria a respeito de álbuns que possuam invocações satânicas e/ou mensagens subliminares satânicas, o vendedor olhe oferece um K7 e eles trocam contato. Prosseguem-se os fatos e logo José Maria e Angel se tornam amigos, quando Angel compartilha de sua previsão apocalíptica com Maria. Não cético, muito menos incrédulo, Maria toma aquilo por verdade, e decide a até mesmo, de certa forma, inocentemente, ajudar a missão do Padre.

Ator Santiago Segura como o personagem headbanger José Maria.

A amizade se constrói, lentamente, quando o Padre passa a mudar para a casa do satânico José Maria, na verdade, um apartamento com um quarto anunciado para alugar. Lá vemos um tiozão com retardo mental que é diariamente 'elevado' com ácido por seu neto José Maria, que gostava de ficar pelado pela casa e uma jovem 'inocente', Mina, tudo se procede pacificamente, até o dado momento.

Nathalie Seseña como Mina.

É quando num programa de TV, um 'ocultista' apresentador de um programa fajuta chama a atenção do Padre Angel, o conhecido 'mediúnico' Professor Cavan, como era chamado fazia exorcizações, rituais e 'mágicas' em seu popular programa de TV. O destino, que antes unia Maria e Angel, agora faz com que ambos, ousados, fossem invadam a residência de Professor Cavan em busca de um ritual de pacto com o demônio. Resumidamente, após alguns fatos e vários contratempos, ele concorda em fazer tal ritual com os dois 'malucos'.

Armando De Razza em ótima interpretação como Professor Cavan.

A essa altura do campeonato, ambos convencidos e unidos pelo pacto profano, os três compartilham do mesmo objetivo, Angel, Maria e Cavan, solitários, sem ajuda, nem mesmo fé alheia, são deixados a um destino imprevisível, marcado por acontecimentos irônicos e sarcásticos, eles partem por toda Madrid a procura de respostas e de sinais do demônio, seria loucura ou somente insanidade?  

Pai, filho e Espírito Santo... #Sqn

Esse filme é engraçado e irônico apesar do tema pesado, é sempre engraçado ver as pegadinhas com a idéia de 'destino', um padre tendo que pecar pra 'salvar o mundo' é um fato no mínimo irônico, a junção que jamais aconteceria normalmente, de um mediúnico, um metalhead e um padre juntos em um só objetivo e em uma 'missão mortal' é algo originalíssimo no filme. O padre que geralmente atenderia as confissões de um ''metaleiro'' e um apresentador de TV fajuta, agora se unia em pecado a ambos. A jornada é longa e muitas coisas acontecerão, vale a pena conferir cada minuto dessa aventura sombria.


Para mim é a obra-prima do Álex de la Iglesia, não que eu conheça muito a trajetória do diretor, mas sei que dificilmente ele conseguiria me cativar com um filme, tendo outro tema qualquer, não só ele, porque não qualquer outro diretor, dentro desses padrões, esse é um filme e tanto, não há outro do tipo e não há indícios de que já surgir tão cedo, há 20 longos anos sendo o filme mais original com essa temática. Vamos às análises críticas!


Os efeitos visuais ficaram ótimos, levando em consideração vários detalhes, como época, orçamento, chroma key, entre outros. A Maquiagem ficou ótima, bem visceral mesmo. Atuação sensacional de todos os atores principais, acredito que colocados idealmente em seus respectivos papéis, não tenho nem muito o que dizer a respeito, não há o que criticar porque acho que ficou quase impecável. Roteiro lindo e muito bem elaborado, deixando bem claro e detalhado tudo. Trilha sonora imprescindível (sou suspeito pra falar porque curto muito Metal, reclame quem não gosta). 


O filme tem muito pouca coisa pra se considerar Trash mas se eu pudesse relevar algo no aspecto trash seria maquiagem, não que tenha ficado ruim, mas acho que em certas partes, foi feita de maneira para chocar o espectador, por mim, ficou ao menos bem memorável. Resumindo, filmaço! Vale e muito a pena pra quem gosta de filme nesse estilo e pra quem curte o bom Metal, claro! Mais um que por mim, atinge nota máxima. Excelente final. Comprem, assistam, colecionem!

Trailer:




Nota do IMDb: 7,6/10 - ‎9.790 votos

Avaliação: 10
★★★★★
Analise baseada em:
Fotografia: 9.5 | Elemento 'Trash': 1.5 | Fator 'Cult': 10 | Gore: 2.0 | Roteiro: 10 |  Atuação: 9.0 | Sadismo: 10 | Efeitos Visuais: 9.5 | Trilha Sonora: 10 | Arte de Capa: 9.5
Compartilhe:

2 comentários:

  1. Este filme é simplesmente GENIAL... Um dos meus filmes favoritos! Parabéns ao autor pela escolha do filme e pela crítica. :)

    ResponderExcluir



Visualizações do blog

conheça

https://hellblogdavan.blogspot.com.br/

+Parceiros

http://www.horrorgrafia.com.brhttp://www.attackfromplanetb.com/
http://www.bibliotecadoterror.com.br/
http://phantasmbr.blogspot.com
http://grindhousebrasil.blogspot.com.br/
https://imagemcamera.wordpress.com/
https://terrormania42.wordpress.com
http://uhpblog.blogspot.com.br/
http://cerebroinfernal.blogspot.com.br
http://mausoleudoterror.blogspot.com.br/
https://pulpmetalmagazine.com/
https://shedemonszine.blogspot.com.br
http://sessaodomedo.blogspot.com.br/