Pular para o conteúdo principal

Crítica: Scanner Cop – O Destruidor de Mentes (1994)


"É melhor tomar as pílulas..."

A crítica de hoje é sobre Scanner Cop (1994), um Sci-Fi "aterrorizante", dirigido pelo diretor e produtor canadense Pierre David, conhecido pelo dedo em grandes produção, tais como Videodrome (1983), Scanners (1981), Os Filhos do Medo (1979) e Mestre Dos Desejos (1997), apesar de bom produtor, só chegou a dirigir dois filmes Desejo Assassino e o próprio Scanner Cop. Até que eu diria que ele não desempenhou o papel mal.


A união entre Pierre DavidDavid Cronenberg é coisa inegável, tanto que no filme que um produz outro escreve, ajuda ou produz, como é o caso deste filme, onde Cronenberg foi um dos escritores, em Scanners de Cronenberg, vemos uma coisa parecida com esta, dois filmes que se assemelham, e porque não mencionar que David Cronenberg é um tanto quanto bizarro em seus filmes como Videodrome, algo completamente fora do padrão, aqui ele levanta a mesma bandeira...

Não existem informações oficiais atualmente na internet sobre o orçamento real deste filme, mas tudo dá indícios de que seja como o de Cronenberg, de baixo orçamento. Não possui atores renomados, grandes maquiagens ou efeitos, e a Fotografia é bem simples, sem grandes invenções, nem mesmo aspecto de câmera de grande valor, apesar de tudo, não é um filme que faz vergonha, como vários outros daqueles anos...

Ben Reed como Rick Kopek, pai de Sam...
O papel primordial da desenvoltura do filme...

Esse filme marcou minha "juventude infâncial", lembro que loquei ele na locadora de VHS, onde só tinham pérolas, e que nos meus trambiques acabou que consegui ficar com a fita original, que tenho até hoje, Scanner Cop tirou muitos dos meus dias de sono, por seus elementos sorrateiros de Terror psicológico, como quando os Scanners matam uma pessoa, se ouve um som que é bem difícil de esquecer... No mínimo peculiar.

Aliás... Filme que dificilmente podia se achar na internet há alguns anos, agora está inteiramente disponível, postei aqui mesmo no site, só procurar pelo Torrent, tá em boa qualidade...


Richard Grove no papel do bigodudo
comandante da polícia... Peter Harrigan

Em suma, o filme fala sobre uma onda de assassinatos que ocorre na cidade de Los Angeles, onde cidadãos convencionais inexplicavelmente passam a assassinar policiais da divisão de Sam Stazlak, interpretado por Daniel Quinn, a despeito de toda a incógnita, logo vemos que as pessoas são controladas por um psicopata maluco, com carreira e licença suspensa em medicina após os estudos indevidos sobre o cérebro humano...

A medida que o filme procede os caminhos de Glock, o médico maluco e do mais novo Oficial da polícial de L.A Sam Stazlak, o que é bastante conveniente, um cara com poderes psíquicos cruzando o caminho de um médico neurocirurgião polêmico, que tem interesses por estudos em cérebro, já viu a presepada o que vai acontecer...


Alguns dos pouquíssimos efeitos visuais
presentes neste filmes, até que nada mal...

Nos mesmos naipes de Scanners (1981) de David Cronenberg, este filme conta com pessoas com poderes psíquicos e mentais, basicamente, Scanner Cop é filme copiado, pela idéia mas a temática é mais uma ação policial, este filme não tem grandes cenas gore, por assim dizer, e eu diria que o lado Terror dele apesar de tudo, é bem fraco...

Eu digo o Terror neste filme é fraco, apesar de bastante presente, porque em excessiva parte do filme é mais comum se ver cenas relacionadas a ação policial, mas o filme se faz bem presente no misto entre as duas coisas, até arriscaria dizer que no meio de Terror/Ação policial esse filme se enquadra bem como um dos melhores da década, e sem dúvidas, e pode ser considerado, o melhor do ano... (Até porque não sei de outro neste estilo, nem nos primeiros anos de 90 rsrs)


Richard Lynch na pele de Karl Glock...

Richard Lynch executou um grande papel de vilão neste filme, interpretando o perverso Glock, sem questionamentos, uma das melhores atuações do filme, deu um toque macabro, que todo filme com tons de Terror necessita. E sejamos francos, não poderia haver ator melhor, o cara vestiu a camiseta da maldade... O ator era conhecido por sempre pegar papéis de vilões nos filmes, ele nasceu pra isso... Lynch sofreu ataque cardíaco em 12 de Fevereiro de 2012, aos 72 anos, foi grande ator. R.I.P.

Como falei este filme bate no prego de Scanners, o que pra quem não sabe o que um "Scanner" é, eu explico, trata-se de um nível ultra-avançado de telepatia humana, onde determinadas pessoas tem o poder e capacidade de controlar objetos, pensamentos, atitudes e pessoas, como um todo, através dessa poderosa conexão telepática, Scanner Cop não foi o primórdio com este tema, mas sem dúvidas pelo menos tentou deixar bem explicado os devaneios sobrenaturais...


Que expressão, cara! Acho que nunca vi nada igual...

Eu não queria nem ter que mencionar isso, porque é totalmente irrelevante para a crítica, mas não tem jeito, as caras que o ator Quinn em seu estado de "escaneamento" são as melhores de qualquer filme do naipe de Scanners, é uma expressão tão medonha que chega a realmente passar que o cara tá pra estourar uma veia da cabeça.

Um fato informativo sobre Scanner Cop. O filme ganhou continuação em 1995, por simples título de Scanner Cop II, e quem assumiu a direção foi Steve Barnett, diretor com extenso currículo de produção, pequeno de direção, e quase nada de Filmes de Terror no meio, eu preferia Pierre David, pelo menos tem uma certa noção pois já esteve presente no meio, mas Barnett trouxe um estilo diferente para a sequência, da qual, muitos preferiram ao primeiro, o que não foi o meu caso...


Sam Winchester... É você?

Já que mencionou algo irrelevante, vou falar sobre outro anti-fato "interessante", não pudi deixar de notar a semelhança com o ator Ben Reed à Jared Padaleck, conhecido por Sam Winchester da série norte-americana Supernatural, até as feições me recordaram dele, aquela carinha de cachorro abandonado, e o mais irônico que o filho de seu personagem, no filme se chama Sam.

Você pensou o mesmo?


Siiiiiiiiiiiiiim!

Deixando de papo furado e avaliando os aspectos do filme, eu diria que ele tem uma Fotografia mediana, não vem a ser grande coisa. Efeitos Especiais fracos, na verdade, nem muitas cenas com efeitos tem. Maquiagem legal, as vezes chega a ser engraçada mas não chega a ser a pior coisa do mundo... Roteiro interessante, e bem conveniente para um filme sem grandes orçamentos... Atuação boa, não é artificial como costuma se ver por ai. Bom... Em resumo, tudo neste filme é na média, Recomendado, especialmente para quem já viu Scanners e gostou, ou pretende ver.

Trailer:
video

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

35 imagens em preto e branco dos bastidores de "O Exorcista" (1973) em alta definição!

Sem sombra de dúvidas, um dos filmes mais adorados do gênero de Terror é O Exorcista (1973) de William Friedkin, o filme mais clássico e marcante de exorcismos que o mundo já viu, e para tira gosto (eu sei que é muito pouco) mas deixou aqui essas 35 imagens em preto e branco dos bastidores de "O Exorcista" (1973) em alta definição! Em breve tem mais, não esqueçam de curtir, seguir e fiquem a vontade para comentar o que quiserem comentar.



























E como esquecer... Dessas? Clássicas.






Fonte das imagens: Todas retiradas no Google, melhoradas.
Todos os direitos reservados aos autores das imagens, uso sem fins lucrativos.

10 Episódios indispensáveis de Contos da Cripta

Você quer assistir ao Contos da Cripta mas não tem tempo ou paciência para enfrentar 2.340 minutos (ou 39 horas) de episódios? Tudo bem, iremos dar a recomendação de 10 episódios essenciais e os melhores de todos, na minha humilde opinião de fã de carteirinha da série... Até porque muitos episódios não valem a pena e outros com exceções de elenco ou curiosidades, não é caso destes 10 eps. Todos são excelentes, de uma forma ou de outra, e são indispensáveis por estarem acima da média, indicado para fãs de Terror anos 80 e 90.

Um fato é que a maioria dos eps. da série contou com plot twists, reviravoltas, coisas que te pegam de surpresa no finalzinho, e isso foi difícil de se esquivar até mesmo nessa lista variada, de seasons variadas, sendo que quatro ou cinco episódios podem ter essas características, mas são todos bons e possuem seus diferenciais, e do primeiro ao quinto são os melhores que já vi da série, indiscutivelmente para mim (podendo alterar as ordens, com exceção do primeir…

Os brilhantes mapas dos Estados Unidos e Europa representados por filmes de terror!

Um usuário do imgur publicou algo muito curioso: Todos os estados dos Estados Unidos da América com suas respectivas localidades e estados e dando uma referência de vários grandes filmes de terror foram filmados, uma em cada estado.

Isso me deu a ideia de fazer esta postagem, é sempre interessante conhecer sobre esse tipo de coisa, e olhando por esses mapas temos uma percepção diferente, mais próxima, de alguma forma. Bem curioso pela trivia, fora casos peculiares de obviedades como Texas Chainsaw Massacre, que todos sabem onde foi feito, é legal conhecê-los dessa outra maneira. Confira:

*Vou deixar um mapa com os nomes dos estados abaixo.





E se você pretende visitar lá... Cuidado!



No entanto, essa ideia de um mapa com filmes de terror não é tão nova. Há um tempo atrás alguém do blog Reddit postou um super-mapa com diversos filmes do gênero por estado, você pode confirir aqui o PDF original em alta qualidade. Ou, caso prefira, clicar na imagem abaixo, para abrir uma nova janela.



E par…